Público marca presença na Feira de Adoção deste domingo em Toledo

Foto de: Divulgação

Atraídos pelo slogan criativo elaborado especialmente para este evento - “Vai dar Adoção” - a Feira de Adoção de Animais movimentou o Parque Ecológico Diva Paim Barth neste domingo (31). Promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), por meio da Coordenação de Proteção e Defesa Animal, atraiu um público diversificado que se encantou em ver os animaizinhos. 

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}


“Desde a hora que começamos até o final da feira foi muito movimentado. Pelo menos 600 pessoas passaram pelo evento. Além da feira de animais também oferecemos pintura facial e pipoca colorida para as crianças, tínhamos uns 30 animais para adoção, a metade foi doada”, exalta a coordenadora da Proteção Animal e organizadora do evento, Júlia Heiss. 

Ao todo, foram adotados 10 filhotes e cinco adultos. “Não é muito comum a adoção de animais adultos em feiras. Conseguimos cinco tutores para nossos pets. Um deles estava há dois anos já em lar temporário. Estamos muito felizes com o envolvimento das pessoas. Que todos os eventos sejam assim. Inclusive, quem quiser fazer doações para as protetoras (ração, guia, brinquedos) podem deixar na Secretaria de Meio Ambiente”, reforçou Júlia. 

A veterinária disse ainda que hoje existem pelo menos uns 150 animais adultos, entre cães e gatos, nos lares de protetoras independentes do município. O manejo deles para participação em feiras é mais complicado, geralmente se faz uso apenas das redes sociais para divulgar sobre a adoção. Por isso, é mais comum encontrar filhotes em feiras. 

Entre as histórias dos lares provisórios que acabam se tornando definitivos está a da “Lúcia”. Segundo relatos da cuidadora, ela tinha muito receio das pessoas, por conta do trauma que ela teve ainda filhotinha. Foi resgatada bem machucada, não sabem se foi atropelada ou se bateram nela. Tinha muitas feridas. Essa história sensibilizou o coração de Everton Leontino, que não teve receios em “dar match” para esse relacionamento. 

“Quando a gente soube a história dela sentimos muita vontade de cuidar dela, de dar amor. E já estava escolhida. Não tinha como ser outra. Mas hoje ela já se soltou e está brincando aqui em casa. Acho que já entendeu que tem um novo lar que vai cuidar dela. E foi uma surpresa bem feliz, porque ela é muito tranquila, não faz bagunça, sabe onde fazer xixi, não é agressiva e responde super bem aos comandos. Os viralatinhas são realmente muito inteligentes”, relatou o novo tutor da “Lúcia”. 

O secretário de Meio Ambiente, Júnior Henrique Pinto, salientou a importância de feiras como essa. Lembrou que o que se exige é uma guarda responsável e as pessoas podem entrar em contato direto com as organizações ou com as protetoras para realizarem a adoção. “Muitas pessoas ainda não sabem que existem vários animais em lares provisórios aguardando serem adotados”, frisa.

Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria



Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original
close