Servidores municipais, entidades e moradores recolheram 57 toneladas de materiais durante o Ecoponto

Foto de: Divulgação

Os moradores da Vila Boa Esperança participaram, junto com servidores municipais de diversas Secretarias Municipais, de uma ação importante para combater o Aedes aegypti. O bairro possui várias notificações de casos suspeitos de dengue, conforme dados da Secretaria de Saúde, e o Ecoponto Itinerante auxilia na diminuição dos pontos de infestação a partir do recolhimento de resíduos volumosos com potencial para se tornarem criadouros do mosquito. 

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}
Com o apoio do Hospital Geral da Unimed (HGU), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e do Colégio Estadual Dario Veloso, num trabalho que envolveu aproximadamente 80 pessoas, foram retiradas aproximadamente 55 toneladas de móveis velhos e demais materiais, além de 1,4 toneladas de recicláveis e 250 quilos de resíduos eletrônicos que foram destinados à Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Toledo (Acatol). 

De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Júnior Henrique Pinto, a realização do Ecoponto auxilia em diversas situações. “Apesar de termos dado mais enfoque à questão da limpeza, por conta da dengue, a ação em si é transformadora para o bairro. Todas as casas foram visitadas, vistoriamos quintais e espaços públicos”. Junior ainda agradeceu a parceria com as entidades participantes. “É um movimento bacana e a comunidade se envolve. Isso é gratificante”, disse. 

Durante o trabalho, o prefeito Beto Lunitti destacou o empenho e a presença dos servidores municipais, entre eles secretários, diretores e coordenadores, no trabalho. “São equipes que se somam para mostrar à população que é preciso manter os quintais limpos”. Lunitti ainda agradeceu à comunidade do bairro e aos demais grupos que se apresentaram e contribuíram para o sucesso. “Estamos cuidando na nossa casa maior que é Toledo e ver esta soma de esforços é gratificante”, concluiu.  

Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria
Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original
close