A força do Oeste paranaense conquista a instalação de unidade da Embrapa no Biopark

Foto de: Divulgação

A instalação de uma unidade Mista de Pesquisa e Inovação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa no Biopark foi anunciada na quarta-feira, 06, durante reunião em Brasília com a presença do presidente da Embrapa, Celso Moretti, representantes do governo municipal de Toledo, empresários e lideranças do Oeste paranaense. A unidade terá como foco a produção de proteína animal - aves, suínos e peixes.

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}
Para o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), Rainer Zielasko, o anúncio da instalação é um avanço e um marco para a história. “Nós tivemos a oportunidade de colocar para o presidente da Embrapa que o Oeste do Paraná é responsável pela produção de 60% dos suínos, 70% das aves e 80% dos peixes no Estado. Então, uma unidade de pesquisa vindo para cá, vai contribuir ainda mais para a consolidação dessas cadeias produtivas”, ressalta.

O presidente e fundador do Biopark, Luiz Donaduzzi, que também estava na Capital Federal, ressalta que a vinda da Embrapa para o Biopark amplia as possibilidades de desenvolver produtos para os agricultores, bem como para as cooperativas da Região, que é um polo do agronegócio do País. “Teremos produtos direcionados ao campo, com utilização imediata na melhoria da produtividade e da sanidade animal. Temos também a possibilidade de trazer professores, pesquisadores, cursos de grandes universidades e empresas relacionadas com o agronegócio”, explica. 

A presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT), Anaide Holzbach de Araújo, enfatiza que a conquista coroa o esforço conjunto pela cidade e pela Região. “Nós estamos absolutamente credenciados, os dados de Toledo são fantásticos. Se nós já conseguimos fazer tudo isso, mesmo antes de vir essa unidade de pesquisa e inovação para cá, imagine agora que teremos pesquisadores dedicados. A Associação Comercial se sente parte dessa evolução, não temos poupado esforços para apoiar a inovação em todos esses setores”.

O prefeito de Toledo, Beto Lunitti, aponta a importância do momento e agradece a parceria dos envolvidos nesta conquista para a Região, dando destaque para as lideranças de Toledo e para o empresário Luiz Donaduzzi. “Trata-se de um momento ímpar, um esforço de meses em conjunto com a Secretaria do Agronegócio, de Inovação, Turismo e Desenvolvimento Econômico, comandada pelo Diego Bonaldo, com total empenho do gabinete do deputado federal Sérgio Souza. É uma conquista possibilitada por diversos atores. Uma coisa se conecta à outra, a pesquisa no ambiente apropriado, que é o Biopark, e novas frentes que podem se estabelecer, como o aproveitamento dos conhecimentos da indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi, abrindo possibilidades para o desenvolvimento de uma linha de medicamentos de uso veterinário”.

A proposta da vinda da Embrapa para Toledo contou com a articulação do Presidente da Frente Parlamentar da Agricultura, o deputado federal Sérgio Souza. Participaram ainda, o Secretário do Agronegócio, de Inovação, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Toledo, Diego Bonaldo, o Presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Gafuri e o Presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Maffissoni. 

A partir de agora, acontecerão as tratativas das partes operacionais relacionadas à implantação da unidade. Para dar suporte ao trabalho da Embrapa, o Biopark vai implantar um Living Lab. “A vinda da Embrapa para o Biopark é realmente um sonho, que hoje se torna realidade. Estamos muito felizes e sabemos que de agora pra frente temos mais trabalho e muito mais responsabilidade também”, comemora Luiz Donaduzzi.

 Sobre o Biopark

O Biopark está localizado em Toledo, Região Oeste do Paraná, em uma área de mais 5 milhões de m². Com o foco no desenvolvimento regional por meio da educação, da pesquisa e da geração de negócios, o Biopark já conta com mais de duas mil pessoas circulando diariamente em seu território. Atualmente, mais de 120 empresas já atuam no local, gerando empregos e progresso. Três instituições federais de ensino estão instaladas no Biopark, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e o Instituto Federal do Paraná (IFPR). Também faz parte do Ecossistema, o Biopark Educação, iniciativa própria de ensino que busca desenvolver profissionais de excelência com foco no mercado de trabalho por meio da oferta de cursos curtos, curso técnicos, de graduação e pós-graduação, além do Clube de Ciências que encanta crianças e adolescentes com o mundo da inovação. Em 30 anos, o Biopark deve receber mais de 500 empresas, ofertar 30 mil postos de trabalho e ter população de 75 mil moradores.

Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria
Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original original
close