Secretaria inicia cadastro eletrônico de população imigrante que reside em Toledo

Foto de: Divulgação

A Coordenadoria do Imigrante e Outros Grupos Vulnerabilizados, da Secretaria de Políticas para Infância, Juventude, Mulher, Família e Desenvolvimento Humano (SMDH), deu início ao cadastro de imigrantes e refugiados que residem em Toledo. O processo, que segue até 30 de junho, se dará por meio de formulário eletrônico elaborado em quatro idiomas (português, inglês, espanhol e créole haitiano) que já está disponível em QR Code em página no site do governo municipal.  

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}
A coordenadora do setor, Laudiceia Correia, explica que o objetivo principal desta ação é reunir dados que visam à desburocratização do controle migratório. “Com essas informações vamos agilizar esses trâmites, evitando a perda de prazos por parte das pessoas que fazem parte desta população. Também vamos coletar dados que serão fundamentais para o município elaborar políticas públicas para este grupo”, pontua.

A titular da SMDH, Jennifer Thays Chagas Teixeira, observa que é chegado o momento de mapear imigrantes e refugiados que residem em Toledo. “É fundamental que os alcancemos nos diversos aspectos das políticas públicas. Por isso, faz-se necessário este diagnóstico, que marca uma precisão maior dos dados e fortalece a importância da nossa intervenção, no sentido de garantir o acesso aos direitos de maneira mais efetiva”, salienta.

Curta nossa página no Facebook: 


Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Envie sugestões de pautas e receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria
Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original original
close