Oficinas dão início, nesta quarta (29), ao 18º Encontro de Corais de Toledo

Foto de: Divulgação

Quatro oficinas dão início, nesta quarta-feira (29), no Teatro Municipal, às atividades do 18º Encontro de Corais de Toledo. As duas primeiras serão no período da tarde: das 14h30 às 15h15, de técnica vocal para coralistas infantojuvenis; das 15h30 às 16h45, de prática de repertório para maestros e coralistas de corais infantojuvenis. As outras duas serão no período noturno: das 19h às 19h50, de técnica vocal para coralistas adultos; e das 20h às 22h, de prática de repertório para maestros e coralistas de corais adultos. As oficinas de prática de repertório continuam quinta e sexta-feira (30/6 e 1/7) em dois horários – para maestros e coralistas de corais infantojuvenis das 14h30 às 16h e para maestros e coralistas de corais adultos das 19h às 21h. 

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}
As oficinas de técnica vocal serão ministradas pela mestra em canto lírico Michele Coelho. As de prática de repertório ficarão aos cuidados do maestro Anderson Ombrelino. Somente corais sediados em Toledo, com existência comprovadamente consistente, podem participar do evento, que integra a programação alusiva ao aniversário de 70 anos de emancipação político-administrativa do município.

Cerca de 310 coralistas de 15 grupos infantojuvenis e adultos participarão das atividades de formação musical, as quais, além de difundirem e aprimorarem conhecimentos sobre técnica vocal e prática de repertório, têm também o objetivo de propiciar um grande espetáculo, com a apresentação de 13 corais, que está marcado para sábado (2/7), a partir das 20h – a passagem do som será às 17h30. “Viveremos dias muito especiais neste Encontro de Corais, que nesta edição focou bastante na parte de formação musical para coralistas e maestros, uma ação inédita que demonstra a importância de se fomentar essa linguagem artística, que está estreitamente ligada à identidade cultural do nosso município, onde o canto coral sempre se fez muito presente”, comenta a secretária da Cultura, Rosselane Giordani.

 

Novo nome

Durante as apresentações um ato de enorme simbolismo marcará para sempre a história do Encontro de Corais. Na presença do público e dos artistas, o prefeito Beto Lunitti assinará decreto no qual estabelece que, a partir daquele momento, o evento passará a se chamar “Encontro Municipal de Corais Professor Darcysio Fritsch”.

A homenagem é mais do que merecida, pois Darcysio, que faleceu em maio do ano passado, aos 82 anos de idade, em decorrência de complicações causadas por um acidente vascular cerebral (AVC), foi o idealizador do Encontro de Corais. Além disso, fez parte, por 57 anos (54 na condição de maestro), do Coral Cristo Rei, um dos mais tradicionais do Paraná, fundado em 15 de agosto de 1948.

Foi também um dos primeiros quadros do corpo docente do Colégio Estadual Dario Vellozo, inaugurado em 1965, e professor por várias décadas de teoria musical da Casa da Cultura de Toledo. Neste período contribuiu com a cultura toledana de muitas formas: uma delas, em 2010, foi na gravação de uma nova versão do hino do município, executada pela banda da 15ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro com as vozes do Coral Cristo Rei. 

No âmbito religioso, regeu as cerimônias de ordenação episcopal de Dom Anuar Battisti e Dom Irineu Roque Scherer (in memorian), ambas em 1998, e a de Dom Odilo Pedro Scherer, em 2002, o mesmo ano em que recebeu o título de Cidadão Honorário de Toledo. “Essa homenagem é um gesto endossado pelo Conselho Municipal de Política Cultural, o qual reconhece e valoriza essa figura tão importante para a cultura do nosso município. Certamente será um momento de muita emoção e que ficará marcado na história do município”, observa Rosselane.

Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria
Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original
close