Liraa em Toledo aponta para infestação duas vezes maior que a recomendada


    Foram divulgados na tarde desta quarta-feira (25) os resultados do segundo  Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LirAa) de 2022 realizado pelo Setor de Controle e Combate às Endemias do Município de Toledo entre segunda e terça-feira desta semana (23 e 24). Nestes dois dias, os agentes de endemias encontraram criadouros do inseto transmissor da dengue, do Zika vírus, da febre Chikungunya e da febre amarela em 2% dos 1.805 imóveis visitados, 0,2 ponto percentual acima do levantamento ocorrido em janeiro e o dobro do recomendado pelos organismos nacionais e internacionais de saúde (1%).

Continue a leitura depois do anuncio.
$ads={2}
    O trabalho se estendeu a residências, empresas e terrenos baldios escolhidos mediante sorteio realizado por programa fornecido pelo Ministério da Saúde, distribuindo as visitas de forma proporcional entre todos os bairros da cidade. Os que tiveram o maior índice de infestação predial (IIP) foram: Esplanada (13,33%), Planalto (11,11%), Santa Clara IV (7,69%), Europa I e Porto Alegre II (7,4%, cada), Europa II (7,14%), Santa Clara III (6,66%), Boa Esperança II (6,6%), Panambi I (6,06%), América II (5,28%), Centro de Eventos (5%), Tocantins I (4,76%), Croma II (4,54%), Boa Esperança (4,54%), Da Mata (3,8%), Industrial I e Operária (3,33%), Gisela (2,45%), Bressan (2,43%), Santa Clara I (2,3%) e São Francisco I (2,27%). 


Lixo doméstico, vasos de plantas, baldes, lonas, pneus, tonéis, piscinas, caixas d´água, máquina de lavar, sucata de carro, ralo, plantas e vaso sanitário  foram os objetos onde os focos do mosquito foram encontrados durante o LirAa. 

 
    O setor de Controle e Combate às Endemias informa que está com um novo número para atender moradores que não estavam em casa quando os agentes de combate a endemias (ACEs) foram fazer a vistoria. Quem recebeu o informe sobre esta ausência, deve agendar a visita pelo número (45) 3196-3095.

Curta nossa página no Facebook: 


Participe do nosso grupo no whatsapp: 
Envie sugestões de pautas e receba as notícias em primeira mão!

Fonte: Assessoria
Postagem Anterior Próxima Postagem
original original original original original
close