original original

Médico é preso após espancar cachorro até a morte; Preso e sem Fiança!

Foto de: Portal24


Um homem de 30 anos, que seria médico em um hospital particular de Cascavel, foi encaminhado na noite de ontem pela Polícia Militar à 15ª Subdivisão Policial.

Segundo relatos de testemunhas e um vídeo que chegou a ser gravado pelos moradores, o homem espancou um cãozinho, que seria um filhote, até a morte do animal do qual ele era o tutor. 

Continue a leitura depois do anuncio.

Tudo teria acontecido no edifício onde o suspeito mora na Rua São Luis, no Bairro Cancelli.

Segundo moradores próximos, o cãozinho latia bastante no momento em que comelaram as agressões, possivelmente com pauladas.

O animal chegou a ser levado a um hospital veterinário, mas chegou sem vida.

Populares acionaram a Polícia Militar no endereço.

Entidades protetoras de animais prometem uma mobilização em frente à 15ª SDP nesta terça-feira. 

A Polícia Civil 
Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi ouvido pela autoridade policial que lavrou o auto de prisão em flagrante pelo crime de maus tratos a animais. Devido o crime ter uma pena que ultrapassa 4 anos, o indivíduo foi preso sem o pagamento de fiança. Permanecendo recolhido na Cadeia Publica onde fica à disposição da Justiça.

A defesa do suspeito vai se manifestar assim que analisar o processo.

MAIS SOBRE ESTE CASO:
O capitão da Polícia Militar, Diego Astori, falou na manhã desta terça-feira (11) sobre o registro da morte de um cão após espancamento praticado por um médico em um prédio na Rua São Luís, no Bairro Cancelli em Cascavel na noite de ontem.

“Causou estranheza pela gravidade, justamente por ser um médico que tem o dever legal funcional de proteger a vida e integridade física das pessoas. A própria legislação foi alterada recentemente diante da gravidade deste crime contra cães e gatos de 2 a 5 anos”, destacou o capitão. No caso de morte do animal, essa pena pode ser acrescida.

Segundo o policial, o animal vai passar por necropsia para saber com que tipo de objeto ele foi agredido. Acredita-se que tenha sido um pedaço de pau.

“Ele [o médico] disse à polícia que foi corrigir o animal que havia feito xixi no local errado. Que o animal está com ele há 5 ou 6 meses, é um filhote. Ele ficou estressado [porque fez xixi fora do local correto] e dado um golpe no animal e ele [o cão] acabou convulsionado, mas as imagens mostram uma série de golpes”, completou o capitão da PM. 

Quando a polícia chegou à residência o animal já não estava mais no apartamento. Além do cão morto, o médico que mora sozinho tem mais um cachorro, com idade mais avançada. 

O médico segue preso por se tratar de um crime inafiançável. A defesa dele ainda não se manifestou.

Fonte: Porta24



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close