original original

Economia do município inicia nova fase com sanção ao “Toledo é +Negócio!”

Foto de: Divulgação

O Auditório Acary de Oliveira testemunhou na manhã desta segunda-feira (13) o momento que serve como “divisor de águas” para as políticas públicas do governo municipal de apoio à atividade econômica e à atração de investimentos. Em ato que reuniu lideranças políticas e empresariais, o prefeito Beto Lunitti sancionou a Lei “R” nº 106/2021, que institui o Programa de Apoio ao Desenvolvimento e Inovação de Toledo, o “Toledo é+Negócio!”.

Continue a leitura depois do anuncio.

Após um amplo debate com a sociedade civil organizada e com o Legislativo, a matéria unifica e estabelece uma série de incentivos para empresários já instalados ou com intenção de montar ou ampliar seus negócios em Toledo - entre eles, isenção de impostos municipais (IPTU e ITBI) em compra de imóveis, facilitação na obtenção de alvarás e desburocratização em diversos trâmites nos órgãos públicos municipais. Durante a solenidade, o secretário do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, de Inovação e Turismo, Diego Bonaldo, apresentou os detalhes do programa ao público presente e ao que acompanhava a live pelas redes sociais da Prefeitura de Toledo.

A sanção à lei integra a programação alusiva ao aniversário de 69 anos de Toledo. “Foi um trabalho complexo, que dependeu de entendimentos e saberes de muitas lideranças e o resultado foi o maior projeto de incentivo ao empreendedorismo da história do nosso município. O ‘Toledo é + Negócio!’ representa um avanço e diferencial competitivo, pois compila boas práticas que passaram por aprimoramento na Câmara de Vereadores”, explica o secretário.

Após Bonaldo, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), Claudenir Machado, e a ex-presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Toledo (Comdet), Anaide Holzbach Araújo (que representou o presidente do colegiado, Mario Lopes Neto), falaram dos benefícios que a nova lei trará para a economia do município. “Presido uma entidade com 54 anos de história que tem como uma das missões fomentar o desenvolvimento local. O ‘Toledo é + Negócio!’ vem de encontro a este propósito. Considerando o fato de ser uma lei que moderniza as leis que regulamentam esta questão, posso dizer que se trata de um presente que rejuvenesce nossa cidade na véspera do aniversário de 69 anos da cidade. A partir de agora, o ambiente para negócios se torna mais favorável e só temos a agradecer a todos que se envolveram na viabilização do projeto até ele ser aprovado e implementado”, pontua Claudenir. “Somos uma cidade altamente eficiente, com gente séria e trabalhadora. O poder público deve acreditar na boa fé dos nossos empreendedores e entendo que precisa, dentro do que for possível, desburocratizar os trâmites de quem quer abrir ou ampliar o seu negócio, seja de qual tamanho for. Se não for assim, corremos risco de perder oportunidades de investimentos para municípios vizinhos, que contam com economias de eficiência semelhante à nossa. A partir de agora, podemos competir com eles em condições de igualdade”, destaca Anaide.

Quebrando o protocolo, o presidente da Câmara, Leoclides Bisognin, pediu para que os vereadores Marcelo Marques e Jozimar Polasso, diretamente envolvidos na tramitação do “Toledo é + Negócio!”, falassem em nome do Legislativo. “Este projeto foi de muito estudo e discussão. Quando a proposta do Executivo chegou, tivemos a sensibilidade da importância do assunto e trabalhamos para ‘entregar’ à população a melhor lei possível, a qual dará muitos frutos na forma de segurança aos investidores”, relata Marcelo. “Fui secretário de Desenvolvimento Econômico e sei das dificuldades para atrair empreendimentos. Temos vereadores que se importam e têm responsabilidade com os destinos de Toledo e graças a eles este projeto foi aprovado, uma conquista da toda a sociedade que também deve ser compartilhada com entidades como a Acit e o Comdet”, pontua Jozimar.

O vice-prefeito Ademar Dorfschmidt destacou que o “Toledo é + Negócio!” representa o cumprimento de mais uma ação prevista do plano de governo eleito pelas urnas em outubro de 2020. “Hoje é uma manhã festiva para Toledo, pois esse foi um compromisso assumido pelo Beto e por mim ainda na campanha e esta gestão está alinhada com a vontade dos empresários e a da população e como é importante receber sugestões que promovem o desenvolvimento do município. Estou muito feliz com tudo a concretização deste projeto e pelo empenho de todos que o tornaram realidade”, salienta.

O secretário de Administração e Previdência, Marcel Micheletto, compareceu ao evento representando o Governo do Estado. “Deixo aqui o abraço do governador Ratinho Junior pelos 69 anos de Toledo e parabenizo o município ainda mais por esta iniciativa, que parte de uma consciência coletiva para Toledo continuar sendo um exemplo de atração de investimentos feita com respeito às leis e profissionalismo. O mundo atual exige mais produtividade e, neste sentido o município dá um importante passo para termos aqui um ambiente com mais segurança jurídica e menos burocracia para os negócios”, avalia.

O prefeito Beto Lunitti agradeceu o empenho dos vereadores em apreciar e aprovar projetos enviados pelo Executivo que visam ao desenvolvimento humano e econômico do município. “Até aqui foram 195 propostas encaminhadas à Câmara e algumas já foram aprovadas e implementadas, beneficiando milhares de pessoas. Este é um governo que tem disposição de ouvir, de atender, sempre que possível, as demandas do setor produtivo e, ao mesmo tempo, promover políticas sociais, equilibrando estes dois aspectos”, explica. “A riqueza aqui gerada precisa estar a serviço das pessoas, pois, se não for para ser assim, não justificaria ser prefeito desta cidade, afinal é impossível dar atenção só ao econômico ou só ao social. A empatia é um exercício diário que nos faz evoluir e avançar não é mais uma opção, tornou-se uma necessidade. É com este pensamento que estamos trabalhando em resolver os problemas no presente e no futuro, preocupação manifestada, por exemplo, no projeto de Plano Diretor que está em análise na Câmara”, observa.

Fonte: Assessoria



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close