original original

Bebê de 35 semanas é declarada morta e 40 minutos depois retorna à vida no Huop

Foto de: Reprodução

Uma bebê prematura, nascida de 35 semanas, no Rio Grande do Sul, foi declarada morta após três paradas cardiorrespiratórias, no dia 29 de novembro, segunda-feira passada.

No entanto, 40 minutos depois, a bebê voltou a vida. O caso ocorreu no Huop (Hospital Universitário do Oeste do Paraná) em Cascavel.

Continue a leitura depois do anuncio.

ENTENDA A SITUAÇÃO

Logo na chegada ao hospital, a bebê apresentou uma parada cardiorrespiratória e foi atendida de pronto pelos profissionais do Huop. A situação era crítica já que o nascimento foi prematuro e ainda não havia sido ganho um peso considerável.

Mesmo com todos os contratempos, o quadro foi revertido e a bebê reestabeleceu os batimentos cardíacos.

No entanto, o caso ainda era considerado difícil. Outras duas paradas cardiorrespiratórias foram registradas e a menina não resistiu. O óbito foi declarado.

Os pais, que são de Sede Alvorada, distrito de Cascavel, foram avisados da morte, segundo o que foi divulgado pelo Huop.

Após quarenta minutos da constatação do óbito, a bebê voltou à vida.


O QUE DIZ O HOSPITAL

Segundo informações divulgadas pela direção clínica do Huop, o que pode ter acontecido foi um quadro de hipotermia severa, quando o corpo entra em estado de hibernação, que acontece para proteger o organismo de paradas cardiorrespiratórias.

O bebê, aparentemente, estava sem os sinais vitais, mas não morreu, como de fato aconteceu. E como o atendimento dos profissionais na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) foi realizado, os sinais vitais foram retomados.

Fonte: Portal24 e Portal Palotina



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close