original original

Azul Linhas Aéreas volta a operar voos comerciais em Toledo

Foto de: Divulgação

Em grande estilo, Toledo celebrou, na tarde desta segunda-feira (20), o retorno das operações da Azul Linhas Aéreas. Por volta das 14h30, a aeronave ATR-72 vinda de Campinas/SP, com 69 passageiros e três tripulantes, pousava na pista do Aeroporto Municipal Luiz Dalcanale Filho.

Continue a leitura depois do anuncio.

Antes do desembarque dos passageiros, o avião foi “batizado” com um banho realizado pelo caminhão autobomba do Corpo de Bombeiros. O ato é tradicional em voos inaugurais, uma vez que Toledo terá, pela primeira vez, uma rota direta com Viracopos, um dos maiores aeroportos do Brasil e líder nacional em conexões com destinos nacionais e internacionais.

O retorno da Azul se dá após 21 meses em que a companhia deixou de operar em Toledo em virtude da redução de demanda ocasionada pela pandemia do novo coronavírus. Nas segundas, quartas e sextas, a empresa oferecerá voos às 12h40 no sentido Campinas-Toledo (voo 2686, chegada às 14h40) e às 16h10 no sentido Campinas-Toledo (voo 2687, chegada às 18h10). A partir de março, os voos passarão a ser diários.

Além da melhora do quadro epidemiológico da Covid-19 no Brasil, contribuiu também para este retorno a realização de estudos aeronáuticos que agora possibilitam o pouso por instrumentos (IFR) em condições meteorológicas de voo por instrumentos (IMC) por ATR-72 - bimotor de fabricação franco-italiana com pressurização e propulsão turboélice. Para 2022, o governo municipal pretende ainda colocar em funcionamento o indicador de percurso de aproximação de precisão (Papi), um sistema específico de iluminação de apoio à navegação aérea.

Também estão no planejamento de investimentos a implantação de uma estação meteorológica e o aumento da carga de energia elétrica para o suprimento dos hangares particulares do aeroporto. Em um deles, no da Paturi Piscicultura, foi realizada uma recepção na qual lideranças políticas e empresariais foram convidadas para acompanhar o primeiro pouso do voo 2686.

Após a aterrissagem da aeronave, uma pequena solenidade foi realizada com discursos do prefeito Beto Lunitti; do vice-prefeito Ademar Dorfschmidt; do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), Claudenir Machado; do secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, de Inovação e Turismo, Diego Bonaldo; e do diretor-geral da Câmara de Vereadores, Rodrigo Antoniassi. O diretor representou o presidente do Legislativo, Leoclides Bisognin, o qual, na companhia dos seus pares, estavam reunidos para a última sessão ordinária de 2021.

Em suas falas, as lideranças destacaram o acréscimo que Toledo passa a ter em termos de competitividade com a retomada dos voos comerciais, diferencial pelo qual poder público e sociedade civil organizada tem batalhado há muito tempo, representando uma conquista coletiva. “É um momento de muito alegria, pelo qual só temos a agradecer pelo apoio de todos, especialmente o da Acit, que trabalhou com a gente neste contato com a Azul e outras companhias aéreas”, destaca Bonaldo. “Os voos regulares em nosso aeroporto são uma das bandeiras mais antigas da nossa entidade e esperamos que essa rota venha para ficar e que Toledo possa ser contemplada outras mais”, pontua Machado. “Os vereadores não puderam estar aqui, mas mandam os votos de muito sucesso a essa nova fase do nosso aeroporto, que esse momento seja um marco de voos ainda mais altos para o nosso município”, observa Antoniassi.

Ademar recordou da parceria que Acit e governo municipal firmaram em 2015, possibilitando que Toledo fosse incluída entre os destinos da Azul dois anos depois, com o voo Toledo-Curitiba. “Na época o Beto também era o prefeito e eu estava na Presidência da Câmara e fico feliz em repetir com ele essa ‘dobradinha’ de sucesso, agora na condição de vice-prefeito. Nosso município, pelo potencial que tem, não pode ficar fora das rotas aeroviárias do transporte aéreo comercial, que facilita tanto a vinda de investimentos quanto a vida da nossa população quando deseja ir para os grandes centros brasileiros”, relata. “Em 2021 enfrentamos muitas dificuldades e nosso aeroporto, mesmo sem voos comerciais, foi de muita utilidade em várias situações, como o transporte de respiradores de Santa Catarina para cá no pior momento da pandemia e o recebimento das vacinas que contribuem cada vez mais para que superemos de vez esta pandemia. Tivemos sim, um ano atípico, mas o estamos encerrando com chave de ouro com o restabelecimento das operações da Azul em Toledo”, salienta.

Após o ato, o prefeito Beto Lunitti embarcou rumo a Viracopos, pois nesta terça-feira (21) ele terá agenda na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sendo um dos 58 passageiros a fazer o check in para o primeiro voo 2687 da Azul. Antes, ele apresentou aos presentes da solenidade que marca o retorno da Azul a Toledo uma linha do tempo com os investimentos realizados pelo governo municipal com o apoio da Acit, a qual foi iniciada com os recursos do Plano Aeroviário Nacional, do governo federal, que contemplou, à época, 15 aeroportos do Paraná - entre eles, Toledo.

Os voos comerciais da Azul passaram a ser regulares em 2017. “Essa conquista de hoje foi construída por várias mãos e temos que fazer o devido reconhecimento, independentemente de serem aliados ou oposicionistas. São investimentos como este que fazem nosso país avançar e pretendemos fazer deste aeroporto um espaço de desenvolvimento para Toledo, atraindo empreendimentos que geram empregos e renda, de forma que sejamos um município múltiplo, de todos, com todos e para todos. Temos uma filosofia de governo que dá muita importância à infraestrutura, mas que trata as pessoas como prioridade”, sublinha.

Fonte: Assessoria



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close