original

Vai pegar BR? Veja como ficarão os atendimentos a acidentes e socorro de veículos nas rodovias com o fim das concessões

Foto de: Reprodução

Com o fim dos contratos de pedágio do Paraná, entre sexta (26) e sábado (27), os serviços de socorro e suporte para motoristas não serão mais prestados pelas concessionárias do Anel da Integração. Não haverá cobrança nas praças de pedágio por pelo menos um ano.

Continue a leitura depois do anuncio.

Os contratos atuais das empresas Ecocataratas, Econorte e Viapar se enceram à 23h59 da sexta. Já os contratos da Caminhos do Paraná, Rodonorte e Ecovia terminam à 23h59 de sábado. Um leilão que deve ocorrer no último trimestre de 2022 decidirá as novas concessionárias por 30 anos.

A partir destas datas, os motoristas ficarão, por tempo indeterminado, dependentes do serviço público ou de seguros particulares para atendimento de ocorrências, como troca de pneus ou acidentes. Veja abaixo os números para atendimento de acidentes:
  • Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191
  • Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198
  • Samu: 192
  • Siate: 193
“Alguns serviços que eram prestados pelas concessionárias serão interrompidos. Em acidentes leves, que não tenham vítimas, o motorista pode retirar o veículo da pista e sinalizar, podendo entrar em contato com a PRF para tirar dúvidas quanto ao procedimento”, explicou Maciel Junior, da comunicação social da PRF.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior, a corporação sempre atuou nas rodovias auxiliando as concessionárias em acidentes. "A diferença é que agora vamos absorver as demandas que elas recebiam pelo 0800 e atuar juntamente com o Samu”, disse.

Nos trechos de rodovias administrados pela Econorte, os serviços de atendimento pré-hospitalar e de guincho serão mantidos por um ano. Isso porque a concessionária e o Departamento de Estrada de Rodagem (DER-PR) fecharam um acordo em troca de uma obra não realizada.

Confira os trechos:
  • PR-323: da divisa com São Paulo até Warta
  • PR-445: de Warta a Londrina
  • BR-369: da divisa com São Paulo até Cambé
  • BR-153: da divisa com São Paulo até o entroncamento com a PR-092
  • PR-090: de Jataizinho até Assaí
  • PR-862: Contorno Norte de Ibiporã
  • PR-090: de Ibiporã até Sertanópolis
Novos serviços de socorro
O governo anunciou, na semana passada, o início do trâmite para a contratação de serviços de empresas terceirizadas que darão suporte aos motoristas. No entanto, não há previsão de quando o serviço estará disponível.

“Estes serviços terão início conforme os processos licitatórios sejam concluídos e os contratos assinados. O investimento estimado é de R$ 240 milhões. O pregão será dia 30 de novembro, e o início ocorrerá assim que concluída a licitação e assinatura dos contratos”, informou a Secretaria de Infraestrutura e Logística.

A partir da formalização, os motoristas terão acesso a novos contatos para:
  • guincho leve e pesado
  • desobstrução de pista
  • remoção de veículos
  • atendimento mecânico (pneu e carga elétrica)
  • inspeção das rodovias
  • caminhão pipa (para incêndios)
  • e caminhão boiadeiro (para animais soltos na pista)
  • Até a conclusão da licitação dos guinchos, a Polícia Militar (PM) fará a remoção de veículos sem condições de serem tirados da pista de outra forma.
A secretaria informou ainda que o DER-PR está licitando serviços de conservação do pavimento das rodovias estaduais. Também não há prazo para o início dos serviços.

Canalização
Segundo o DER-PR, a partir do fim de semana, as faixas centrais estarão bloqueadas. Com isso, o tráfego será feito pelas laterais. O mesmo padrão será seguido em todas as praças desativadas.

A mudança é válida, segundo o governo estadual, a partir de sábado nos pedágios:
  • Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja (relativos à Econorte);
  • Arapongas, Mandaguari, Presidente Castelo Branco, Floresta, Campo Mourão, Corbélia (relativos à Viapar);
  • São Miguel do Iguaçu, Céu Azul, Cascavel, Laranjeiras do Sul e Candói (relativos à EcoCataratas).
A partir de domingo, a canalização é aplicada para os pedágios:
  • Prudentópolis/Relógio, Irati, Porto Amazonas, Imbituva, Lapa (relativos à Caminhos do Paraná);
  • Balsa Nova, Palmeira, Carambeí, Jaguariaíva, Tibagi, Imbaú, Ortigueira (relativos à Rodonorte);
  • São José dos Pinhais (Ecovia).

Fonte: G1



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close