original

Presidente da Funarte visita Toledo e se compromete com projetos culturais



Foto de: Assessoria de Imprensa

Toledo recebeu na manhã desta sexta-feira (5) a visita do presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Tamoio Athayde Marcondes, que conheceu de perto a realidade das políticas públicas desenvolvidas e estruturas mantidas pela Secretaria da Cultura - Centro de Artes e Esportes Unificado de Toledo (CEU das Artes), Museu Histórico Willy Barth e Teatro Municipal. A agenda do gestor foi encerrada nas dependências do Yara Esporte Clube, onde foi servido almoço à base de porco no rolete, prato que é a estrela da festa que projeta a Capital Paranaense do Agronegócio para todo o Brasil, considerada “patrimônio cultural imaterial”.

 


Continue a leitura depois do anuncio.

Antes disso, ele esteve na Sala de Reuniões do Gabinete do Prefeito participando de encontro com agentes culturais do poder público e da iniciativa privada - representada por Fiasul, Primato, Biopark, Sicoob, Sicredi, entre outras empresas interessadas em investir e promover projetos na área. Na ocasião, na presença também do presidente da Câmara de Vereadores, Leoclides Bisognin, foi entregue a  Marcondes o projeto básico de reforma do Teatro Municipal, o qual tem como tema central a implantação de caixa cênica e urdimentos (como varas de iluminação), um investimento estimado em R$ 3,5 milhões que objetiva incluir Toledo no circuito de grandes espetáculos internacionais. “Este prédio foi inaugurado em 1999 e completa 22 anos no próximo dia 26 de novembro. É o segundo maior teatro do Paraná, mas precisa desta intervenção para funcionar em sua plenitude”, explica a secretária da Cultura, Rosselane Giordani. “A exemplo do que já ocorreu com o CEU das Artes, para quem a Funarte destinará R$ 100 mil para adquirirmos até o fim do ano instrumentos e equipamentos a serem utilizados naquele espaço, gostaríamos de contar com o apoio deste órgão para a execução deste projeto”, pontua.

 

O presidente da Funarte acolheu o projeto e disse que este pode ser barateado e executado em prazo menor por meio de parceria com o Centro Técnico de Artes Cênicas (Ctac), órgão subordinado à fundação e referência internacional na construção de caixas cênicas. “Temos uma equipe qualificada e experiente no assunto e até o fim deste mês eles virão a Toledo para conhecer o teatro e, com base neste projeto, poderemos dar andamento ao projeto e concluí-lo o quanto antes”, anuncia. “Nossa gestão trabalha com o objetivo de nacionalizar a arte, fazer com que ela chegue também ao público que mora longe dos grandes centros e esta reforma no Teatro Municipal de Toledo, diante de sua importância para a cultura de toda uma região, tem grandes chances de contar com o nosso apoio”, assegura.

 

Ao fim do encontro, o prefeito Beto Lunitti entregou uma cuia de chimarrão em que foi gravado um brasão do município em alto relevo. “É uma satisfação recebermos o presidente da Funarte em Toledo, dona do maior VBP [Valor Bruto da Produção Agropecuária] do Paraná, que construiu ao longo de 70 anos uma bela história, com uma economia calcada no agronegócio, mas também no associativismo, que se utiliza desta pujança para gerar satisfação para o seu povo e a cultura é fundamental neste processo”, avalia. “Sua presença, Marcondes, é um divisor de água para o setor e é importante que você conheça o trabalho que aqui realizamos para que veja o quanto este canto do país tem a contribuir com a cultura brasileira”, destaca.

 

Teatro

Após o encontro no Paço Municipal, Marcondes foi convidado a assistir um espetáculo preparado exclusivamente para ele no Teatro Municipal. Por aproximadamente 30 minutos, o presidente da Funarte pôde apreciar números apresentados por integrantes do Circo da Alegria, da Escola de Dança Baillare, e dos centros de tradições gaúchas (CTG) Província Gaúcha (declamação do poema “Quando a loucura vem matear comigo”, de Bianca Bergmann, por Nauane Puhl) e Estância da Liberdade (invernada). Por fim, o coordenador do espaço e diretor de eventos da Secretaria da Cultura, Douglas Gonçalves, cantou, acompanhado pelo músico Eduardo Santana, o clássico do cancioneiro gaúcho “Guri”.



Fonte: Prefeitura de Toledo



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close