original original

Morador de Toledo perde R$8.700 reais no "Golpe da OLX" e PM é acionada


Vídeo com informações sobre esse tipo de golpe no final da matéria!

Na tarde desta segunda-feira (29), por volta das 13h, uma equipe policial militar foi acionada para prestar atendimento a uma possível situação de estelionato em frente a um cartório de Toledo.

Continue a leitura depois do anuncio.

No local o solicitante/comprador, informou que na data citada acima, visualizou um anúncio na rede social “Facebook” referente a venda de uma motocicleta marca Honda, modelo Biz 125, o qual estava sendo negociada pelo valor de R$ 9.000,00 (nove mil reais) e que entrou em contato com uma pessoa que se identificou como vendedor/golpista, e após conversarem pelo aplicativo de mensagens whatsapp, foi repassado o endereço para que o solicitante fosse ver o veículo, nesse momento o solicitante foi em frente de um colégio e conversou com o vendedor/proprietário, este mostrou a motocicleta ao solicitante e no ato confirmou a versão que supostamente teria sido repassada pelo suposto primo.

Ato contínuo, os envolvidos foram então ao cartório onde o solicitante recebeu orientação do golpista para que fosse realizado o pagamento na conta banco 323 mercado pago, em nome de uma mulher com o número.

Dessa forma, foi realizado a transferência eletrônica no valor de R$ 8.700,00, o solicitante relata que a transferência foi realizada na presença do real proprietário/vendedor.

Após a transferência ambos perceberam que haviam caído em um golpe, pois o proprietário não quis assinar o recibo por não ter caído o dinheiro em sua conta, o que seria feito pelo golpista.

Proprietário então relatou que havia feito o anúncio da venda da motocicleta pelo valor de R$ 12,700,00, na rede social Facebook e que o vendedor/golpista havia feito contato pelo mesmo número pelo solicitante, relatando que venderia a motocicleta abaixo do valor de mercado a um sócio em razão da dissolução de uma sociedade empresarial, e que o proprietário não deveria tratar de valores com o solicitante/comprador, pois a aquisição pelo valor real seria feita com ele.

Diante do fato, proprietário/vendedor por não ter recebido o valor real da venda, percebeu que havia caído em um golpe.

Diante do relato e das evidências do crime de estelionato, a equipe policial apreendeu a motocicleta e encaminhou ambas as partes e a motocicleta para a 20ª Sdp para que fossem apuradas as circunstâncias na negociação.

Fonte: Marcos Silva


(A vídeo abaixo, não é sobre o mesmo golpe citado na matéria, porém é no mesmo estilo)

Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close