original

Homem atira contra o próprio peito, após invadir residência em Toledo

Foto de: Ilustrativa

Na noite deste domingo (07), equipes policiais receberam informações de que um homem estaria efetuando disparos de arma de fogo dentro de uma residência que acabara de invadir, localizada na região Central de Toledo.

Continue a leitura depois do anuncio.

Diante das informações várias equipes foram encaminhadas ao local, onde foi encontrado um homem na porta de um apartamento, onde teria uma mulher em sem interior. O homem estava com a arma apontada para o seu próprio peito e dizia que iria se matar.

Houve um principio de negociação, para evitar que o mesmo efetuasse o disparo.

Ao perceber a chegada das outras viaturas e policiais, o homem acionou o gatilho da arma que estava apontada para o seu próprio peito, caindo de imediato no chão, já sem reação.

A mulher foi retirada do interior do apartamento e uma equipe do Samu, foi acionada para atender a vítima do suicídio. A qual já no local, constatou a morte de Jorge Alberto Gomes, de 48 anos de idade.

O IML de Toledo foi acionado para recolher o corpo e a Policia Civil também esteve no local para iniciar investigação do caso.

A mulher disse aos policiais que após uma discussão tida com o mesmo, ele saiu de sua residência e após alguns minutos voltou, já em posse da arma, disparando contra objetos. Ainda segundo a mulher, o homem dizia a todo momento que iria se matar.

Importante:
O CVV - Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone. Disque 188.

No decorrer dessa Pandemia, infelizmente casos de Depressão, Ansiedade, violências (tanto psicológica, como física, sexual e verbal) estresse, esgotamento, problemas financeiros, todos esses, aumentaram... contribuindo também, consequentemente para o aumento do suicídio! 

Notamos que não foi somente o aumento desses itens que citei, que foram visíveis, mas também, em contrapartida, o aumento pela busca da saúde mental, o que acaba sendo positivo para a população. 

Infelizmente, enquanto o Suicídio foi levado como “frescura”, “um forma de chamar a atenção”, muitas pessoas passarão a ser apenas “números para as estatísticas”. Sabemos que para mudar o pensamento de uma sociedade, devemos começar plantando sementinhas, e isso se faz, com cada um de nós compreendendo o real significado do Suicídio: A pessoa quer tirar a dor, psicológica. Sem conseguir notar que é nesse momento em especial que deve-se procurar ajuda psicológica. 

Fonte: Marcos Silva



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close