original

Após 20 anos Biblioteca Pública de Toledo será reformada

Foto de: Reprodução

O prefeito Beto Lunitti autorizou, na tarde desta terça-feira (9), a abertura do processo licitatório para a ampla revitalização da Biblioteca Pública Municipal, instalada junto ao Centro Cultural Oscar Silva, no Centro de Toledo. Com área total de 1.419,32 metros quadrados, o projeto, que também inclui a reforma do banheiro público, receberá investimento estimado em R$ 1.741.631,18, valor que será reduzido durante o certame visto que a empresa vencedora será aquela que oferecer o menor preço.

Continue a leitura depois do anuncio.

A secretária da Cultura, Rosselane Giordani, entende que o ato administrativo representa uma grande conquista e destaca ainda a necessidade da reforma do espaço. “É um prédio construído na década de 1970 cuja última reforma ocorreu em 2002 e, desde então, nenhuma intervenção ou manutenção foi realizada ali. Em 2019 o Corpo de Bombeiros liberou o alvará de funcionamento do espaço desde que o pavimento superior fosse interditado, pois este apresentava problemas na estrutura”, relata. “Com essa revitalização, será possível disponibilizar um equipamento público mais seguro, moderno e confortável para usuários e servidores, com acessibilidade, auditório, salas para estudo e de reserva técnica”, acrescenta. 

Rosselane observa que a reforma também contribuirá para a manutenção de importantes registros históricos. “Outro ponto em que a população será beneficiada diz respeito aos equipamentos do antigo cinema que funcionava neste endereço. Com a reforma, eles serão retirados e levados ao Museu Willy Barth”, comenta.

Mudança
Segundo o edital de licitação, o prazo para a execução da reforma da Biblioteca Pública Municipal é de 10 meses a contar da assinatura da ordem de serviço. Enquanto os trabalhos da empresa que vencer o certame não se iniciam, a equipe que atua no espaço corre contra o tempo para organizar o acervo em vista da mudança para endereço provisório que será definido nos próximos dias. 

A primeira etapa deste processo de transição teve início na semana passada, com a suspensão do empréstimo de livros. “Se possível, queremos fazer esta transferência dos volumes para a sede temporária antes de 2022 começar para podermos iniciar os atendimentos no começo de fevereiro, antes do início do ano letivo. Sendo assim, contamos com a colaboração dos leitores da biblioteca do Centro no sentido de devolver o quanto antes os livros que pegaram emprestado”, solicita a secretária.

Os apaixonados pela leitura em Toledo não ficarão desamparados neste período de transição. “Estamos conversando com o nosso público no sentido de fazerem sua carteirinha na extensão da biblioteca na Pioneira, anexa ao [Centro Cultural] Ondy Hélio Niederauer, ou na Estação da Leitura, espaço que voltou a funcionar há pouco tempo dentro do Terminal Urbano. Ambos permanecerão funcionando normalmente enquanto a unidade do Centro estiver fechada”, explica Rosselane.

Fonte: Assessoria



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close