original original

Alunos dos CJUs de Toledo se destacam em competição de Kung Fu

Foto de: Reprodução

Os alunos que treinam kung fu nos Centros da Juventude (CJUs) de Toledo estiveram entre os destaques do Torneio Municipal Tigre e Dragão Artes Marciais, ocorrido na tarde do último sábado (23) no piso superior do ginásio da Associação Esportiva Recreativa (AER) Sadia. A competição reuniu mais de 100 atletas de Toledo, Foz do Iguaçu e Marechal Cândido Rondon, que disputaram o título nas lutas Point Combat, Bastão Colorido e K1 (kickboxing) divididos por nível (iniciante, intermediário e avançado) e faixa etária (4 a 7 anos, 8 a 10, 12 a 14, 15 a 17 e adulto).

Continue a leitura depois do anuncio.

Com apoio das secretarias de Esporte e Lazer e da Juventude, o torneio foi promovido pelo mestre Mário Jorge, com o qual o governo municipal firmou termo de parceria para que aulas de artes marciais sejam ministradas de forma voluntária nos CJUs (às quartas na unidade do Coopagro e às sextas na do Europa). Dos 12 alunos atendidos pelo projeto que disputaram o torneio representando os Centros da Juventude, sete ficaram entre os três primeiros colocados de suas respectivas categorias, totalizando oito pódios.

Destes, quatro ficaram em primeiro lugar (Marcos Gustavo de Oliveira no Point  Combat/Adulto, Maria Eduarda Camini Waltrick no Point Combat/15 a 17 anos, Vinícius Eduardo Diniz no Point Combat/12 a 14 anos e Caio Henrique Melcher Gonçalves Pereira no Point Combat/15 a 17 anos), dois em segundo lugar (William Claudio Cardoso dos Prazeres no Point Combat/15 a 17 anos e Caio Henrique Melcher Gonçalves Pereira na K1/15 a 17 anos) e dois em terceiro lugar (Marcieli Schach no Point Combat/Adulto Feminino Iniciante e Larsson Miguel Teodoro Arens no  Point Combat/15 a 17 anos). Os auxiliares do professor  Márcio Jorge também se destacaram: Fernando Artur Valli, que atua no CJU do Europa, foi o árbitro da maioria das lutas; André Luiz de Melo, do CJU do Coopagro, foi campeão da categoria K1. 

A secretária da Juventude, Jennifer Thays Chagas Teixeira, também marcou presença no evento. “É uma honra para a equipe da nossa pasta saber que os jovens que atendemos estão participando de competições, alguns pela primeira vez, com perspectiva de crescer dentro deste esporte. Os resultados que eles têm conquistado vão além de ficar em primeiro, segundo ou terceiro, é encantador perceber que estão fazendo o que gostam, algo que dá sentido à vida deles, que contribui para a formação cidadã, aprendendo, por exemplo, a respeitar o próximo e a resolver conflitos com sensatez, tornando-se, assim, cidadãos melhores, com valores que levarão por toda a vida”, avalia. “A prática desportiva também atua no sentido de conferir protagonismo ao jovem, despertando o sentimento de que ele é imprescindível na sociedade em que está inserido. As atividades dos Centros da Juventude oferecem este espaço, o que nos dá a esperança em (re)conhecer que existem muitos jovens que esperam uma oportunidade para fazer a diferença onde estão”, comenta.

Fonte: Assessoria



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close