Ladrão é preso com garota de programa em motel





A Polícia Civil de Guarapuava prendeu na quarta (01) um dos bandidos envolvidos em um violento assalto na noite de terça (31) em Guarapuava. O jovem de 19 anos, estava em um motel da cidade com uma garota de programa. A princípio ela não tem envolvimento com o crime. O rapaz é suspeito de ter cometido três homicídios.

No momento da prisão assumiu a autoria de um deles. De acordo com a Polícia Civil logo após o crime tiveram início as investigações. Desse modo, os policiais receberam a informação de que os autores do roubo agravado estavam em um dos moteis da cidade fazendo uma festa. Numa das suítes, a equipe encontrou apenas um casal.

Continue a leitura depois do anuncio.

Conforme a polícia, a mulher que estava no motel foi contratada para o programa e não há indícios de que tenha participação no crime. “Esse jovem [que foi encontrado no motel] assumiu de imediato a autoria, informou quem seriam os comparsas. Além disso, afirmou que o dinheiro estava com outra pessoa. Ele é investigado por três outros crimes de homicídio, sendo que assumiu a autoria de um deles”. Ainda segundo a polícia, o acusado permaneceu em silêncio durante o interrogatório. As investigações da Polícia Civil continuam.

O ASSALTO
Um violento assalto ocorreu na noite da última terça (31) no bairro Vila Carli em Guarapuava. Três homens encapuzados – um deles armado com uma pistola – invadiram uma casa e agrediram uma mulher de 27 anos. Além disso, roubaram R$ 80 mil em dinheiro. Após afirmar que foi reconhecido, um dos bandidos tentou atirar duas vezes na jovem, mas a arma falhou. De acordo com o relato da mulher, ela estava sentada à mesa quando os três ladrões invadiram a casa.

Eles estavam encapuzados, vestiam roupas escuras e deram voz de assalto. Conforme a moradora, eles exigiam que ela mostrasse onde ficava o cofre. Entretanto, ela afirmou que não havia cofre na casa. Desse modo, o homem que estava armado a ameaçou e a agrediu com socos enquanto os outros dois vasculhavam o local. Em dado momento, eles encontraram uma bolsa com aproximadamente R$ 80 mil, dentro de um guarda-roupas. Depois disso, o homem armado afirmou que a vítima o reconheceu.

E segundo a jovem, por isso ele apertou o gatilho da pistola, que não disparou. O bandido então rodou manualmente o ferrolho da pistola, apertou o gatilho novamente, e a arma falhou. Em seguida, os três fugiram. A polícia encaminhou as munições ejetadas para a delegacia. Uma testemunha informou que viu os bandidos pularem um muro e depois um VW Gol saiu do local. Contudo, não soube dizer se no carro estavam os ladrões.





Postagem Anterior Próxima Postagem