'Um ser humano acima da média', relembra amiga da ex-ginasta Ana Paula Scheffer vítima de insuficiência cardíaca

Foto de: Arquivo Gazeta do Povo

Após 10 meses da morte de Ana Paula Scheffer, ex-ginasta medalhista no Pan do Rio, a amiga de infância Jéssica Oliveira contou sobre a confidente que esteve ao lado dela por 22 anos.

Continue a leitura depois do anuncio.

A ex-atleta da seleção brasileira de ginástica rítmica tinha 31 anos quando morreu deitada na cama do próprio quarto, em Toledo. Ela foi encontrada pela mãe, Sonia Scheffer, em 16 de outubro de 2020.

"A Ana era um ser humano acima da média. Sonhava em casar, ser mãe, queríamos fazer viagens em casal", disse a amiga.

Um dia depois da morte de Ana, o Instituto Médico-Legal (IML) alegou que o exame sobre a causa do óbito foi inconclusivo.

Segundo Sonia, quase seis meses após a perda da filha, um novo laudo do IML indicou que Ana morreu por insuficiência cardíaca.

A morte estava relacionada a uma doença que ela tinha desde o nascimento, mas que a família desconhecia.

Fonte: G1


Postagem Anterior Próxima Postagem