Educação debate retomada de atividades presenciais nos Cmeis de Toledo

Foto de: Reprodução

Diretores dos centros municipais de educação infantil (Cmeis) participaram, na manhã desta quarta-feira (11), na sede da Secretaria Municipal da Educação (Smed), de uma reunião sobre protocolos sanitários de combate à Covid-19. O encontro ocorre no mesmo dia em que a pasta publicou, no Órgão Oficial do Município, ofício circular estabelecendo 8 de setembro como data para o retorno das atividades presenciais nestes estabelecimentos de ensino.

Continue a leitura depois do anuncio.

Na ocasião, os médicos Fernando Pedrotti, diretor-geral da Secretaria Municipal de Saúde, e Joel Antonio Guardiano, do Serviço de Segurança do Trabalho da Prefeitura de Toledo, deram maiores detalhes sobre a disseminação do novo coronavírus e de como os Cmeis podem elaborar os planos de contingência que precisam ser entregues e aprovados pela comissão intersetorial criada para estabelecer os protocolos sanitários para o retorno às aulas. A fala deles também foi acompanhada por diretores e coordenadores pedagógicos da Smed, por colaboradores da Secretaria de Recursos Humanos (SRH) e por da comissão intersetorial instituída com o objetivo de “estabelecer protocolos, analisar e avaliar o retorno de aulas e demais atividades pedagógicas presenciais no Município de Toledo”.

A secretária da Educação, Elisângela Batista, pontua que o retorno às atividades presenciais nos Cmeis de Toledo é uma decisão tomada após um processo de debate e amadurecimento de ideias. “Esta união de saberes, representada neste encontro que tivemos hoje em que os últimos esclarecimentos foram prestados, são fundamentais para que esse retorno seja seguro, pois estamos preparados para lidar com este desafio”, destaca. 

Elisângela salienta que a retomada das atividades presenciais nos Cmeis será com 100% dos alunos em sala de aula e não de forma híbrida, como tem sido feita nas escolas. “Nossa experiência no Ensino Fundamental I tem sido muito positiva, com toda a comunidade escolar seguindo os protocolos de segurança, e vai servir como base para este próximo passo. Alguns cuidados extras, como o uso de aventais, serão necessários para lidar com as crianças menores da educação infantil, mas estamos confiantes de que tudo vai correr bem”, observa.

De acordo com Elisângela, o ambiente de cuidados vigente nas escolas é fator primordial para que o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino de Toledo. “Em um lugar onde todas as medidas sanitárias estão sendo cumpridas, com todo mundo usando máscara e álcool em gel, e mantendo distanciamento social, é possível desenvolver as atividades de forma segura. Tanto é que notamos uma queda de casos entre professores e alunos desde que houve a reabertura das escolas, mesmo na época em que o município estava em bandeira preta. Num ambiente controlado, os riscos são minimizados, com todos se cuidando mais, criando uma rede de alerta, a exemplo do que está ocorrendo nas turmas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e que tende a acontecer também nos Cmeis”, avalia.

Fonte: Assessoria



Postagem Anterior Próxima Postagem