Covid-19: Toledo volta a Bandeira Laranja nesta terça-feira (17)







Após figurar duas semanas seguidas na Bandeira Amarela, a avaliação da Matriz de Risco referente à semana epidemiológica SE32/2021, de 8 a 14 de agosto, coloca Toledo mais uma vez na Bandeira Laranja, ou seja, com risco moderado para Covid-19. As informações foram divulgadas na manhã desta terça-feira (17), na reunião do Comitê de Operações Emergenciais de Toledo (COE). 

 

Ao comparar com os últimos 14 dias, a SE32/2021 apresentou uma taxa de ocupação de leitos de enfermaria adulto por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de 75,6 %. O fato de ultrapassar a casa dos 70%, o indicador “ganhou” quatro pontos na Matriz de Risco. 

 

A SE 32/2021 teve aumento de 100% no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, outro indicador de avaliação da Matriz de Risco, influenciando diretamente na troca da situação epidemiológica do município. 

 

Os profissionais de saúde alertam a população para o momento importante, o qual existe uma certa estabilidade no número de óbitos, o qual se mantém nas últimas semanas. Também observam o aumento na demanda de leitos hospitalares de enfermaria, estes casos tanto podem evoluir para leitos de UTI, quanto para a alta hospitalar. 

 

Segundo informações de representantes da Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (HOESP), dos 24 pacientes internados, 76% não estão imunizados, ou seja, não tomaram vacina ou tomaram apenas a primeira dose. A média de idade entre eles é de 50,6 anos. Lembrando que neste conjunto estão pacientes de outras cidades da região. 

 

Os membros do COE reforçaram a necessidade de manter os cuidados preventivos em relação ao Covid-19. O uso de máscara, álcool 70% e o distanciamento social continuam sendo fundamentais. Além disso, é importante ficar atento ao dia de vacinação. Até o momento, esses foram os fatores primordiais de combate à pandemia. 

 

Na última semana epidemiológica, as regiões da cidade com maior número de casos confirmados para Covid-19 foram, nesta ordem: Vila Pioneiro, Centro, Interior, Jardim Gisela e a Vila Panorama. 

 

Os sintomas mais recorrentes em casos confirmados, nesta ordem, foram: tosse, cefaleia, coriza e dor de garganta. 

 



Postagem Anterior Próxima Postagem