Cidades Excelentes: Toledo aparece em 2º lugar em levantamento nacional

Foto de: Reprodução

Cada vez mais Toledo consolida a imagem de ser uma cidade boa para morar e investir. Divulgado na segunda quinzena de julho pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, o levantamento “Cidades Excelentes” aponta a Capital Paranaense do Agronegócio como o 2º melhor entre os 326 municípios do Brasil com mais de 100 mil habitantes, com Índice de Gestão Municipal Aquila (IGMA) de 73,18, numa escala que vai de 0 a 100 - o pódio da categoria da qual Toledo faz parte é liderado por Jaraguá do Sul/SC (73,32) e completado por Apucarana/PR (71,59). 

Continue a leitura depois do anuncio.

A pesquisa, a primeira a utilizar a plataforma big data a levar em conta dados públicos fornecidos pelos 5.570 municípios brasileiros, é realizada pela consultoria Aquila e leva em conta cinco pilares: Educação Fiscal e Transparência; Educação; Saúde e Bem-Estar; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; e Desenvolvimento Econômico e Ordem Pública. O IGMA de Toledo é uma média aritmética destes quesitos: 86,92; 90,43; 49,43; 70,89; e 68,24, respectivamente. 

Considerando todos os 5.570 municípios analisados, Toledo figura na 109ª posição geral deste índice sendo o 12º maior do estado e o 6º do do Oeste do Paraná. Nossa região, aliás, colocou cinco cidades entre as 100 melhores do país: Quatro Pontes (3º), Mercedes (27º), Entre Rios do Oeste (44º), Céu Azul (52º) e Cafelândia (67º). O “Top 100”, por sinal, ficou concentrado em cinco estados - Rio Grande do Sul, com 38 municípios; São Paulo, 30; Santa Catarina, 21; Paraná, 10; e Minas Gerais, 1.

O prefeito de Toledo, Beto Lunitti, atribui o bom resultado a uma soma de fatores que vêm sendo constituídos ao longo do tempo. “É um entre tantos frutos desta união de esforços entre comunidade, empresários, trabalhadores e poder público, a qual permitiu a melhoria dos índices sociais e econômicos em nosso município. Esse destaque nos coloca no roteiro de empresas que querem um lugar seguro para investir e de pessoas, principalmente no pós-aposentadoria, que estão em busca de uma cidade com qualidade de vida para viver. Enfim, Toledo é uma terra de bons resultados, de qualidade de vida”, observa. “Temos que aproveitar essa trajetória ascendente para não só manter como aperfeiçoar esse ambiente propício para os negócios. Eu sempre falo: prefeito não gera emprego, mas cria as condições favoráveis por meio de políticas públicas de saúde, de educação, de mobilidade urbana e de atenção ao desenvolvimento econômico, potencializando nossas vocações locais. Neste cenário, todos ganham, pois, a partir de uma arrecadação maior por parte da prefeitura, os impostos voltam a circular em nossa economia por meio de obras e serviços públicos que beneficiam a população”, salienta.

Premiação:
Os municípios mais bem posicionados no IGMA serão reconhecidos no Prêmio Band Cidades Excelentes. Todos os municípios do Brasil estão automaticamente inscritos, mas os que pretendem melhorar sua pontuação podem inscrever projetos novos ou em implantação, estimulando uma competição sadia entre as prefeituras.

Entre os objetivos da premiação estão “reconhecer iniciativas pioneiras de gestão municipal, incentivar a implementação de projetos de melhoria na esfera pública, disseminar soluções de gestão que sirvam de referência para outros municípios e valorizar servidores públicos que atuam de forma proativa em benefício da população”. 

Haverá premiação para os melhores de cada um dos cinco pilares e uma geral para o dono do melhor índice. Os municípios serão divididos em três categorias, segundo sua população: a primeira, para aqueles que têm até 30.000 habitantes; a segunda, de 30.001 a 100.000; e a terceira, acima de 100.001.

Fonte: Assessoria



Postagem Anterior Próxima Postagem