Acusado de assassinar Gisele da Costa Santos vai a júri popular em Cascavel

Foto de: Arquivo Pessoal

O acusado de matar a jovem Gisele da Costa Santos de 26 anos, em abril deste ano participou ontem de uma audiência onde ficou definido que ele vai a júri popular. A defesa do acusado pretende recorrer da decisão.

Continue a leitura depois do anuncio.

Gisele foi encontrada sem vida em um guarda-roupa jogado às margens da Estrada Chaparral em Cascavel.

O acusado está preso na Cadeia Pública de Toledo desde o dia seguinte ao crime.

Gisele foi encontrada com os pés e as mãos amarrados. O móvel com o corpo foi levado até o local da desova com o auxílio de um freteiro que a princípio não sabia se tratar de uma pessoa sem vida.

Poucas horas após o corpo ser localizado, a Delegacia de Homicídios de Cascavel havia desvendado o caso.

O homem que é acusado de matar Gisele é do estado de Alagoas, mas mora em Cascavel. Ele disse à polícia em um primeiro momento que a morte teria sido acidental, mas não soube dizer porque não acionou o socorro. 

Ele e a vítima se conheceram em um aplicativo de relacionamentos e aquele seria, segundo o suspeito, o primeiro encontro do casal, o que a família acredita não ser verdadeiro. 

Logo após os fatos, o celular da vítima foi localizado com o suspeito, mas as mensagens haviam sido todas apagadas. 

Na mesma noite em que o suspeito foi preso, menos de 12 horas após a morte de Gisele, ele chegava em casa com outra mulher, não se descartando pela polícia que ela poderia ser mais uma vítima.

Fonte: Portal24



Postagem Anterior Próxima Postagem