original original

PRF causa prejuízo de cerca de R$ 28 milhões com apreensão de cocaína no Paraná

Foto de: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na noite de segunda (31), 223 quilos de pasta-base de cocaína na BR-376, em Guaratuba, após um caminhão, carregado com a droga na cabine, acidentar-se. O traficante fugiu com sua família mas foi preso em Santa Catarina, em Pirabeiraba. 

Continue a leitura depois do anuncio.

Por volta das 17h50, policiais rodoviários federais receberam um chamado da concessionária que administra o trecho da BR-376, sobre um tombamento de um caminhão FNM, ano 1977. Segundo os colaboradores da concessionária, na cabine do caminhão, havia grande quantidade de droga. Além disso, os ocupantes do caminhão – um homem, uma mulher e uma criança – foram vistos entrando em outro caminhão, que seguia sentido Santa Catarina.

Ao chegarem no local, os policiais encontraram diversos tabletes em meio a mata, próximo ao acidente e que foram armazenados juntamente com toda a droga encontrada.

Posteriormente, em consultas aos sistemas disponíveis, foram obtidas as informações do caminhão que levou os ocupantes do local do acidente. Com as informações dos suspeitos, acionaram uma equipe da PRF de Santa Catarina, que conseguiu abordar o caminhão. Em seu interior estavam o motorista, e um homem, de 37 anos; sua companheira, de 41 e filha do casal, de sete anos de idade. 

O homem que estava de carona no caminhão afirmou que conduzia o FNM acidentado no Paraná, dizendo ainda que a droga que transportava saíra de Cascavel (PR) e deveria ser entregue no Rio Grande do Sul. Em revista na bolsa da sua companheira, encontraram um tablete da droga que fora apreendida no local do tombamento. Ele disse que pegou o tablete por causa da perda da carga no acidente e que pretendia vendê-lo.

A equipe PRF em Pirabeiraba  acionou socorro médico para atender as vítimas e, logo após o atendimento médico se deslocaram escoltando a ambulância até chegada ao Paraná, onde os policiais os conduziram para atendimento médico especializado no Hospital Evangélico em Curitiba (PR).

Após a retirada da droga do caminhão foi contabilizada a quantidade de 223 (duzentos e vinte e três) quilos de pasta-base de cocaína, distribuídos em 219 pacotes. O produto seria suficiente para produzir quase 700 quilos de cloridrato de cocaína, a droga em seu estágio mais puro, já que o cálculo feito é de três quilos de cocaína pronta para consumo para cada quilo de pasta-base.

Diante dos fatos, o traficante foi preso em flagrante e conduzido para a Polícia Civil para o registro do crime de tráfico de drogas. Com essa apreensão, a PRF dá um duro golpe no crime organizado, sendo que o prejuízo aos cofres da criminalidade chega próximo de R$ 28 milhões.

Fonte: PRF/CGN



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close