original

Secretaria da Educação de Toledo dá início à 1ª Semana da Astronomia

Foto de: Reprodução

O auditório do Centro Cultural Ondy Hélio Niederauer foi palco, na manhã desta segunda-feira (10), da abertura da 1ª Semana da Astronomia. Promovido pela Secretaria da Educação de Toledo (Smed), o evento segue até quinta-feira (13) e tem o objetivo de formar professores das escolas da rede municipal para ministrar conteúdos relacionados à ciência que estuda os astros em sala de aula.

Continue a leitura depois do anuncio.

O ponto central do primeiro dia da Semana de Astronomia foi a palestra “O Ensino da Astronomia no Ensino Fundamental” ministrada por Fábio de Souza Alves, mestre-doutor em Educação e professor de Física do câmpus Capanema do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR), onde desenvolve pesquisa sobre a didática das ciências e para o ensino da disciplina. “Este campo do conhecimento é amplo, com questões culturais, sociológicas e sobretudo tecnológicas envolvidas. O objetivo desta palestra é fornecer subsídios para os professores mostrarem em sala de aula a importância da astronomia para a nossa vida, como ela está presente na vida do aluno na forma de produtos que foram desenvolvidos em razão das pesquisas nesta área”, explica.

Antes da palestra, houve várias atividades culturais e recreativas, como a recitação da poesia “As Estrelas”, de Olavo Bilac, pelo mestre de cerimônias João Teixeira; os números circenses da Escola da Magia, o show de música tradicionalista gaúcha do músico Douglas Gonçalves e a dinâmica de alongamento comandada pela professora Márcia Mendes. Após a formação da mesa de honra, a cantora Natiele Rodrigues entoou o hino nacional brasileiro.

Continue a leitura depois do anuncio.

A mesa de honra foi formada pelo prefeito Beto Lunitti; pela secretária de Educação, Elisângela Batista; pela presidente do Conselho Municipal de Educação, Eliana de Fátima Buzin; professoras do projeto Comquímica, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Marcia Borin da Cunha (coordenadora do Núcleo de Ensino de Ciência de Toledo [NECTO]) e Olga Maria Schimidt Ritter; e pelos vereadores Dudu Barbosa, Professor Oséias (presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal) e Marcelo Marques (representante do presidente da Casa, Leoclides Bisognin). “Estava com saudade de participar de eventos presenciais e é uma honra estar neste aqui, onde todos os cuidados para evitar a disseminação do novo coronavírus e na presença de profissionais que merecem os nossos parabéns e a valorização de toda a sociedade pelo trabalho fundamental que realizam”, destaca Marcelo. “Para o aluno, entender o processo da ciência é ainda mais importante que o conteúdo. A astronomia é uma área em que se pode ir além, pois tem uma grande aceitação pelas crianças, pois lida com a noção de descobertas de coisas novas e também de relacionar coisas do cotidiano com os avanços que a esta fascinante ciência propiciou”, analisa Márcia.

Em sua fala, Beto Lunitti reforçou seu compromisso com a educação. “Nosso trabalho está focado em políticas públicas de qualidade para esta área, com relacionamento estreito com as universidades. Sinto feliz em estar nesta formação, pois o ensino da astronomia remonta à imensidão do universo, nos faz refletir sobre o que somos. Só com ciência de primeira linha é que conseguiremos avançar e promover mudanças efetivas na vida das nossas crianças”, salienta.

A secretária da Educação destacou a importância do educador no processo de aquisição do conhecimento. “O professor é, antes de tudo, um pesquisador, pois diariamente observa a forma como o aluno aprende e, a partir disso, se adequa para ensiná-los da melhor forma. A astronomia é algo que desperta o interesse nas crianças, que poderão ser cientistas no futuro, desenvolvendo tecnologias que, no mundo atual, se traduzem cada vez mais em geração de riquezas. É em torno deste objetivo que nossa equipe trabalha diariamente, superando dificuldades que jamais nos desanimarão”, sublinha.

A 1ª Semana de Astronomia é um evento organizado pela Smed em parceria com o Laboratório de Pesquisa e Ensino de Ciências (Lapec) do IFPR/Capanema, o Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemática (PPEGECEM) da Unioeste, a Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), a Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 

Fonte: Assessoria



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close