original

Pai e cinco filhos morrem de Covid-19 em Santa Catarina

Foto de:Familia

O corpo da sexta pessoa da mesma família que morreu por Covid-19 em Ituporanga, no Vale do Itajaí, foi enterrado na tarde da terça-feira (11). Familiares e amigos de José Joarez de Almeida, de 48 anos, acompanharam o sepultamento e lamentaram as perdas. Além dele, quatro irmãos e o pai não resistiram ao vírus em 39 dias.

“Eram muito contentes, não tenho palavras. Não existia pessoa mais maravilhosa que o Joarez, a família toda", disse Márcio Schovinder, cunhado de José Joarez.

Segundo Márcio, a família alegre gostava de se reunir e festejar antes da pandemia. Imagens registradas antes de março de 2020 mostram os irmãos cantando e tocando em um momento de descontração familiar - todos eles perderam a vida.

A sogra de José Joarez, Maura Schug Hillesheim, diz que ele, assim como o pai e os irmãos eram conhecidos e bem quistos na cidade. "Era um genro de coração. Até domingo passado me mandou mensagem dizendo que nunca mais eu tinha chamado ele de genro do coração, porque não dava pra conversar com ele", conta.

"Muita tristeza, perder a família, os irmãos. A mãe está de coração muito partido, a mulher, os filhos [de Joarez] e a gente também", diz a sogra do Joarez.

Joarez estava internado há duas semanas no Hospital Bom Jesus. Como os sintomas apareceram há quase um mês, o velório e sepultamento dele pôde ocorrer para despedida da família e amigos.


Continue a leitura depois do anuncio.

José, a vítima mais recente, não possuía comorbidades, segundo o hospital, era pai e estava casado há cerca de 20 anos.

Mulher perdeu o marido e 5 filhos

Cecília de Almeida, os seis filhos e o marido, João Alci de Almeida, de 70 anos, contraíram o vírus. Ela não precisou ser internada, mas os filhos e o pai sim. Apenas uma das filhas saiu do hospital com vida.

Quando José Joarez ainda estava no hospital, a mãe dele lamentou as mortes e disse que rezava pela recuperação do filho. "Parece mentira. Quando cai na real é um choque", disse.

Perdas

A mais nova entre os irmãos, Maria Rosimara de Almeida Hellmann, de 34 anos, foi a primeira a falecer. Ela morreu em 2 de abril, no hospital. Oito dias depois, em 10 de abril, o irmão Antônio de Almeida, 50, morreu.

No dia seguinte, o pai deles foi hospitalizado. João Alci de Almeida morreu depois de ficar uma semana na unidade de saúde. Dez dias se passaram e a família perdeu Zelirde Almeida, 45. João Ercio Almeida, 43, faleceu dias depois. Os seis filhos não moravam na mesma casa.

02/04 – morreu Maria Rosimara de Almeida Hellmann, 34 anos

10/04 – morreu Antônio de Almeida, 50 anos

23/04 – morreu João Alci de Almeida, 70 anos

03/05 – morreu Zelirde Almeida, 45 anos

05/05 – morreu João Ercio de Almeida, 43 anos

11/05 – morreu José Joarez de Almeida, 48 anos

Na semana passada a prefeitura decretou luto oficial em Ituporanga quando o quinto integrante da família faleceu. Na terça (11), "com o sexto óbito, reitera a solidariedade e os sentimentos aos familiares e amigos", informou a prefeitura


Fonte: G1



Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close