original

IML de Toledo é acionado após jovem tirar a própria vida em comunidade indígena

Foto de: IML

Policiais militares da cidade de Diamante do Oeste realizavam patrulhamento pela Avenida Rio de Janeiro, área central, onde foram abordados por um homem, o qual se identificou e relatou ser motorista da comunidade indígena Tekohá Añetete, o mesmo estaria de folga e teria recebido uma ligação do cacique da referida comunidade indígena, o qual disse ao mesmo que teria uma jovem que veio a cometer suicídio. 

A equipe PM entrou em contato com o plantonista do hospital local o qual relatou não ter sido acionado até aquele momento, sendo que deslocaram juntos até a aldeia indígena. Ao chegar no local, constataram que se tratava de uma jovem de 20 anos que teria tentado contra a sua própria vida e foi encontrada pelo seu marido. 



Ela se encontrava deitada no banheiro, aparentemente sem vida, a enfermeira do município de Diamante do Oeste, constatou pelo oxímetro que a mesma ainda teria batimentos e foi colocada na ambulância e levada ao hospital para tentar reanimá-la, sendo que, no caminho, se fez presente ambulância do Samu de Santa Helena, com a equipe de socorristas, que teriam sido acionados por alguém da comunidade e prestaram apoio a outra equipe, mesmo assim, no caminho a vítima não resistiu, entrando em óbito ainda na ambulância. 

O corpo foi encaminhado ao hospital e na sequência removido pelo IML de Toledo.

Continue a leitura depois do anuncio.


O CVV - Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.




Postar um comentário

Obrigado!

Postagem Anterior Próxima Postagem
close