Secretário da Saúde Beto Preto fala sobre ações do Paraná

Foto de: Reprodução

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, representou o Paraná no Fórum Nacional de Vice-Governadores, realizado nesta sexta-feira (16), de forma online. O tema foi Saúde e esforços pela diplomacia da vacina contra a Covid-19.

O secretário disse que as ações implantadas pelo Governo do Paraná para ampliar o acesso da população à vacina contra a Covid-19 recebem a adesão dos municípios e podem servir de exemplo para outros estados.

“As campanhas Vacinação de Domingo a Domingo, com funcionamento de pontos de aplicação durante todos os dias da semana, e o Corujão da Vacina, com a aplicação de doses também no período noturno, já contam com a adesão de muitos municípios. Esta movimentação fará diferença em relação ao número de vacinados no Estado”, disse o secretário.

Continue a leitura depois do anuncio.

A reunião contou com a participação da senadora Kátia Abreu, que preside a Comissão de Relações Exteriores no Senado Federal, e representantes do Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e embaixadas da China e Estados Unidos.

“Encontros como este são importantes para avaliação do cenário nacional e internacional da vacinação contra a Covid-19”, disse o secretário. “Além disso, o debate com a participação dos governos, do legislativo e de organizações abre espaço para discussões de ações institucionais conjuntas”, afirmou o secretário Beto Preto.

FÓRUM - A senadora Kátia Abreu disse que a participação de todos os setores é fundamental. “As novas cepas da Covid-19 se desenvolvem à velocidade da luz e para este enfrentamento temos que agilizar medidas que possam diminuir os riscos para a população. Tudo que possa trazer a cura é salutar”, ressaltou.

A importância do compartilhamento de informações e conhecimentos foi destacada pela representante da Opas no Brasil, Socorro Gross Galiano. “A situação é desafiadora e nesta fase da pandemia a Opas, que reúne países com várias características e tendências, busca por mais vacinas para os mais necessitados. Estamos advogando por mais vacinas”, ressaltou.

Socorro Gross relatou que vários mecanismos estão sendo avaliados e acionados principalmente para o apoio à produção e aquisição de vacinas em escala.

“Queremos aqui deixar nosso reconhecimento ao Plano Nacional de Imunização, que deve continuar sendo fortalecido em todos os estados. Nosso agradecimento a cada profissional envolvido na tarefa de vacinação. A diplomacia e todos os esforços internacionais são importantes, mas o trabalho de cada vacinador hoje é essencial”, completou a representante da Opas.

Fonte: AEN