POLÊMICA: Denúncia de violência, após menino tacar uma ripinha, e animal ser atropelado em Toledo

 
Foto de:Ilustrativa

Relatou uma mulher, que sua cachorra de nome ‘pantera’ fugiu durante a noite e que ao procurá-la pela manhã a encontrou-a caída em frente a casa do vizinho, e que não estava andando, trazendo-a pra casa percebeu que havia sangramentos e hematomas na cadela, supostamente provocados por objeto contundente, barra de ferro, que foi encontrada ao lado da cadela. 


Relata ainda que não há desentendimento com os vizinhos e que deseja que sejam tomadas as devidas providências quanto ao caso. Os vizinhos relatam que a mulher não tem cesto de lixo e que a cadela de nome 'Pantera' da vizinha, foi mexer no lixo que os vizinhos colocaram no chão próximo a casa deles, e que quando a cadela estava lá, um menino tacou uma 'Ripinha' na cadela porquanto segundo eles, a cadela avança nas pessoas que passam pela rua. 

Ato contínuo, nesse momento, a cadela foi pra rua e um furgão a atropelou, e que as pessoas desse furgão apenas pararam, sem dar suporte, olharam e a cadela foi se arrastando pra casa. Consta na lei 9605/98 que em seu art. 32 parágrafo 1-a que quando se trata de animais domésticos a pena é de reclusão de 2 a 5 anos bem como multa, dessa forma as partes forma encaminhadas a delegacia para os procedimentos cabíveis.

Postagem Anterior Próxima Postagem