Após denuncias de sequestro em Toledo, PM prende membros de facção criminosa


Por volta das 13h30min desta quinta-feira (29), a Policia Militar, ciente do desaparecimento de dois homens, deslocaram-se até o município de Ouro Verde do Oeste, onde denuncias davam conta de que possivelmente os homens estivessem por lá.

Continue a leitura depois do anuncio.

Estas denuncias ainda diziam que os mesmos estariam possivelmente sequestrados por membros de uma organização criminosa e estariam sofrendo tortura física.

Em determinado endereço da  Rua Rio Branco, diante da grande movimentação no local, foi solicitado apoio para realizar a abordagem dos indivíduos em frente a residência.

Com a chegada da equipe de apoio, foi realizada a abordagem, momento o qual a equipe conseguiu mobilizar todos os indivíduos da casa. Foram contabilizados 10 homens e 5 mulheres no local, ainda foi encontrado uma sacola com: 4 munições calibre 38; 9 munições calibre 7.62x51; 39 munições calibre 9mm; 6 munições calibre .22 e um carregador para pistola calibre 9mm.

Além da sacola, foi encontrado um revólver calibre .38 especial com um desenho de uma caveira preta no cabo de cor branca.

Na cozinha, foram encontradas 7 buchas de cocaína e mais 2 tacas pequenas de maconha.

Importante destacar que na situação do cárcere privado mencionado, as informações preliminares, davam conta que um dos integrantes da equipe que realizou o sequestro seria membro de uma organização criminosa, sendo que este foi localizado na residência, e ainda duas das mulheres encontradas no local, ambas de nacionalidade paraguaia, moradoras de Toledo, sendo estas que em outro fato, estavam em outra residência com dois homens, autores de um latrocínio no dia 21/04/2021.

Ainda houve o relato que a organização criminosa emitiu uma ordem de punição e realização de um “tribunal” para punir os dois homens que estavam desaparecidos, que receberam a pena de “serem agredidos e torturados, permanecendo em silêncio posteriormente”.

Os desaparecidos não foram localizados no local da abordagem, contudo durante a elaboração da documentação pertinente ao fato, as equipes receberam a notícia que os desaparecidos já haviam voltado à residência, e as equipes também obtiveram uma fotografia de um indivíduo segurando dois dentes que teriam sido arrancados com alicate durante o tribunal do crime.

Os materiais encontrados, o homem que informou ser o responsável pela casa, e o homem que fora flagrado com a arma de fogo, foram encaminhados para a 20ª SDP para serem adotados os procedimentos legais e cabíveis. os demais foram identificados e liberados no local.

Fonte: PM

Postagem Anterior Próxima Postagem